Pai do genoma humano quer criar nova forma de vida

Craig Venter aposta em desvendar segredos biológicos em laboratório

22 novembro 2002
  |  Partilhar:

Craig Venter (na foto), um dos primeiros cientistas a decifrar o genoma humano, e Hamilton Smith, Nobel da Medicina de 1978, querem criar uma nova forma de vida em laboratório. O projecto poderá, no entanto, suscitar questões de ordem ética e de segurança. Os cientistas já asseguraram que irão fazer todos os possíveis para que a descoberta não sirva para fabricar novas armas químicas.
 

 

O objectivo passa por criar em laboratório um ser unicelular vivo, que tenha o menor número possível de genes. Caso funcione, a célula poderia começar a alimentar-se e dividir-se, formando mais células.
 

 

Esta ideia poderá revelar alguns segredos biológicos, visto que todas as células se baseiam no mesmo processo químico. Contudo, os cientistas serão muito selectivos na informação a ser divulgada, devido ao perigo que existe de ser utilizada para criar armas biológicas.
 

 

Fonte: Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.