Pacientes sentem eficácia do fármaco segundo o preço

Estudo apresentado no “Journal of the American Medical Association”

01 abril 2008
  |  Partilhar:

Numa investigação da Duke University, nos EUA, stas verificaram que os pacientes sentem um maior efeito quando tomam placebos mais caros, aponta o tudo apresentado no “Journal of the American Medical Association”.
 

 

Conduzida pelo economista, especialista em comportamento, Dan Ariely, da Duke University, a pesquisa testou 82 pacientes antes e depois da ingestão de placebos.
 

 

Os voluntários foram divididos em dois grupos – o primeiro recebeu um placebo e um folheto o qual explicava que o comprimido era um novo fármaco para dor que custava dois dólares e meio e o outro grupo recebeu uma dosagem de um placebo e um folheto que informava que o preço era menor do que 10 cêntimos.
 

 

Para determinar a "eficácia" dos placebos na diminuição da sensação de dor nos voluntários, os cientistas mediram a reacção subjectiva à dor através de um sistema que descarrega pequenos choques eléctricos nos pulsos dos pacientes.
 

 

Os resultados apontaram que, no grupo que recebeu o placebo "mais caro", 85% dos participantes afirmaram sentir redução da dor. Entre os que receberam o placebo "mais barato", 61% dos voluntários disseram que se sentiram melhor após tomar o comprimido.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.