Pacemaker compatível com ressonância magnética

Primeira cirurgia realizada no Hospital de Santa Maria

06 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

A primeira cirurgia realizada em Portugal para a colocação de um pacemaker compatível com a ressonância magnética foi realizada na semana passada no Hospital de Santa Maria.
 

 

No sítio do Centro Hospitalar Lisboa Norte, João de Sousa, médico cardiologista responsável pela equipa que realizou o implante do novo dispositivo, refere que a cirurgia foi realizada numa doente de 74 anos, com diagnóstico de miocardiopatia hipertrófica e disfunção do nódulo sinusal, com arritmias desde 2007. “Foi um procedimento simples, com anestesia local, e demorou cerca de 30 minutos. Esta será a primeira portadora de pacemaker que poderá ser submetida a ressonância magnética, em Portugal”, explicou o responsável.
 

 

Segundo o especialista, até ao momento, os pacientes portadores desses aparelhos – pacemakers e cardioversores - não podiam ser submetidos a exames de ressonância magnética, “um meio de diagnóstico importantíssimo, atendendo ao risco da ocorrência de arritmias e eventual danificação do próprio aparelho".
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.