Osteoporose: Nova classe de tratamentos apresentam resultados positivos

Risco de fracturas vertebrais reduzido em 68 % com apenas um ano de tratamento

16 janeiro 2002
  |  Partilhar:

Um estudo sobre novos tratamentos para a osteoporose veio demonstrar que o único modulador selectivo dos receptores de estrogénio (SERM) disponível para prevenir e tratar a osteoporose em mulheres na pós-menopausa, o raloxifeno, reduziu significativamente o risco sintomático de fracturas vertebrais em apenas um ano de tratamento. Os resultados do estudo MORE (Multiple Outcomes of Raloxifene Evaluation), foram anunciadas recentemente durante o encontro do American College of Rheumatology.
 

 

Os SERM’s são uma classe terapêutica de receptores de estrogénio que inibem a reabsorção do osso. O SERM raloxifeno aumenta a densidade mineral óssea na coluna vertebral, anca e por todo o corpo sem estimular as células na mama e útero.
 

 

O estudo MORE, com duração de quatro anos, envolveu aleatoriamente mais de 7,700 mulheres com osteoporose. Uma análise do MORE demonstra que, com apenas 12 meses de tratamento, há uma redução para 68% do risco de ocorrência de uma nova fractura vertebral sintomática, sendo que ficou demonstrado que o raloxifeno aumenta a densidade mineral óssea (DMO), de um modo imediato e sustentado, num espaço de seis meses.
 

 

As fracturas vertebrais, incluindo aquelas que são dolorosas e aquelas inicialmente assintomáticas, são o tipo mais comum de fracturas relacionadas com a osteoporose. Estas tem frequentemente consequências como a dor, ficando a pessoa limitada ao nível da mobilidade, aumentando o absentismo laboral e ficando incapacitadas para outras actividades.
 

 

Uma em cada três mulheres com mais de 50 anos sofre de fracturas vertebrais, tanto sintomáticas como assintomáticas, relacionadas com a osteoporose, o que pode levar à diminuição da altura e a dores nas costas que conduzem a uma postura corporal não adequada.
 

 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.