Os serviços de saúde para os cibernautas

Aconselhamento on-line já é uma realidade para os portugueses

09 setembro 2001
  |  Partilhar:

As consultas on-line já são uma realidade no nosso país. Até agora, a maioria das iniciativas em telemedicina em Portugal estavam restritas a sites puramente informativos e dirigidos ao público em geral.
 

 

No nosso país já existem sites dirigidos especificamente
 

· a médicos: Cidade Médica Virtual;
 

· a profissionais de saúde em geral: ClínicaViva
 

· e ao público em geral: o Canal de Saúde do Sapo, o VivaSaudável e VivaNaturalmente
 

 

De todos, destaca-se desde logo o Médicos Na Internet pelo seu público-alvo mais abrangente e que vai desde os diferentes profissionais de saúde até ao público em geral.
 

 

A última edição da revista Exame destaca a inovação introduzida no mundo das tecnologias da informação pela empresa Médicos Na Internet: o pagamento dos serviços de saúde prestados on-line. Este projecto foi avançado pelo site Saúde Na Internet. Neste portal, os serviços são pagos desde o primeiro dia, algo que ainda nenhum dos concorrentes directos assumiu.
 

 

O Saúde Na Internet aposta no aconselhamento on-line e o pagamento varia com a urgência do pedido, sendo feito com cartão de crédito. A taxa dos serviços é reduzida para os membros do site da Médicos Na Internet.
 

 

A Médicos Na Internet não fica por aqui e já está a apostar noutras vertentes do serviço de saúde: a televisão interactiva através de uma parceria com a SIC, com o programa Médicos 24 a dar os primeiros passos.
 

 

Ainda nenhum destes sites faz verdadeiras consultas on-line; unicamente prestam serviços de aconselhamento médico on-line em que os médicos respondem a questões ou dúvidas. Em caso de dúvida, o próprio médico encaminha o cibernauta para uma consulta com o seu médico assistente.
 

 

Para já, estes serviços não substituem a consulta presencial e a Associação Médica Mundial defende mesmo que o médico não pode tornar-se um anónimo para o doente e que a relação de confiança médico-paciente é fundamental.
 

 

Adaptado por:
 

Joaquina Pereira
 

MNI – Médicos na Internet
 

 

Revista Exame, 5 de Setembro de 2001

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.