Os perigos dos cortes na saúde

Alerta da ex-ministra da saúde

09 outubro 2012
  |  Partilhar:

Os cortes no orçamento da Saúde podem ser perigosos e podem colocar em risco a "saúde de qualidade para todos os portugueses", alerta a ex-ministra Ana Jorge.
 

"Penso que poderá estar em risco a saúde de qualidade para todos os portugueses. Penso que mais cortes e mais redução naquilo que é a disponibilidade [orçamental] para a saúde pode ser perigoso", revelou à agência Lusa Ana Jorge.
 

A antiga governante olha com "alguma preocupação" para o estado atual do setor e considera que há "situações complexas", como "a grande desmotivação da parte dos profissionais", que pode comprometer uma "saúde de qualidade".
 

Para Ana Jorge, "há uma ou outra situação que é complexa", nomeadamente "uma grande desmotivação da parte dos profissionais".
 

"E isso é uma situação complexa porque, de facto, eles são as peças fundamentais na qualidade dos cuidados que prestamos e, neste momento, dentro das instituições há uma grande desmotivação e isso é preocupante", alertou Ana Jorge.
 

Apesar de concordar que são necessários "alguns cortes orçamentais", a médica pediatra que fez carreira no Serviço Nacional de Saúde (SNS) disse que "os cortes na saúde não podem ser feitos de uma forma geral" e que "têm de ser cirúrgicos".
 

"Tem de se pensar onde se pode cortar, mas nunca de uma forma generalizada e nunca a eito. Tem de se pensar onde, como e quem é que [os cortes orçamentais no setor] abrangem", acrescentou.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.