Os doentes nem sempre dizem o que os preocupa
17 agosto 2000
  |  Partilhar:

Os doentes nem sempre transmitem as suas preocupações e medos quando se encontram face-a-face com o médico, chegando mesmo a não descrever a razão que os levou a marcar uma consulta, diz um trabalho de investigação recente.
 

 

As preocupações que os doentes mais vezes escondem são as que se relacionam com um possível diagnóstico, medo dos efeitos laterais de medicamentos e receio de que lhes seja prescrito um tratamento indesejado.
 

 

Talvez a maior parte das pessoas não se surpreenda, e até se identifique, com estes achados. Por outro lado, isto também não é novidade para muitos médicos, que, intuitivamente, se habituram a procurar o verdadeiro motivo de consulta de muitos dos seus doentes. No entanto, é sempre interessante ver os resultados de investigações rigorosas sobre este tipo de assunto virem de encontro à experiência quotidiana.
 

 

Fonte: Reuters

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.