Ordens dos médicos espanhola e portuguesa alcançam consenso
07 julho 2001
  |  Partilhar:

As Ordens dos médicos portuguesa e espanhola chegaram ontem, em Lisboa, a um consenso relativamente a várias questões relacionadas com o desempenho da profissão, nomeadamente em relação aos internatos médicos.
 

 

Na 1ª Cimeira Ibérica de Médicos foram analisadas propostas para a modificação dos internatos médicos, tendo o presidente do Conselho Geral dos Colégios Médicos da Espanha (órgão equiparado à Ordem dos Médicos) afirmado compreender que as normas de cada país são para cumprir também pelos clínicos estrangeiros.
 

 

Na cimeira, a Ordem dos Médicos portuguesa e a sua congénere espanhola consideraram ainda que a exclusividade compulsiva dos médicos do sector público é inaceitável porque conduziria a situações de dependência numa profissão que tem como principal característica a liberdade.
 

 

A definição do Acto Médico, a alteração das receitas de medicamentos, o processo de acreditação da formação dos clínicos e a criação de uma Associação sindical Médica Ibérica Profissional independente foram outros dos assuntos em discussão.
 

 

Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.