Ordem exige esclarecimentos sobre a contratação de médicos cubanos

ACSS emite esclarecimento acerca desta situação

25 agosto 2014
  |  Partilhar:

Na sequência das declarações do bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, que acusam o Estado de pagar aos médicos cubanos mais do dobro do que ganha um especialista português, a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) emitiu um esclarecimento.


Na sua nota, a ACSS diz que o encargo com cada médico no SNS, para uma carga horária semanal de 40 horas, poderá ascender em média a 4.800 euros, o que representa mais 570 euros do que é pago atualmente ao Governo cubano pelos médicos daquela nacionalidade. Afirma ainda que a Ordem não devia fazer “afirmações de desconsideração” em relação aos médicos cubanos e lembrou que mais clínicos de outras nacionalidades trabalham em Portugal, sendo uma mais valia para o SNS.


Em comunicado, a Ordem dos Médicos (OM) diz que “no seu falseado esclarecimento, a ACSS faz comparações demagógicas e primárias com valores teóricos máximos, e não médios, (…) atingindo o irrealista valor ‘médio’ de 4.800 euros, mesmo assim misturando especialistas e não especialistas”.


A Ordem considera também que a ACSS deve esclarecer várias questões, nomeadamente como chegaram aos cálculos que apresentaram; qual a média real atualizada da contratação de médicos não especialistas para o SNS e o preço médio/hora da contratação de médicos não especialistas através das empresas fornecedoras de mão de obra médica; qual o valor que a ACSS atribui à oferta de casa, água, eletricidade e gás que é feita aos médicos cubanos, facto que tem sido ignorado nas comparações; quais os locais do país onde foram oferecidas a clínicos portugueses condições semelhantes às oferecidas a médicos cubanos, para que se possa confirmar que essas propostas não tiveram candidatos.


A OM sublinha que este acordo entre Estados continua por explicar e que não parece ser politicamente ético.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.