Ordem dos Médicos expulsa pediatra

Médico que realizou filmes pornográficos com menores não poderá exercer profissão

13 fevereiro 2003
  |  Partilhar:

A Ordem dos Médicos (OM) decidiu expulsar o pediatra António Dias de Deus, na sequência de declarações proferidas por este em entrevista à SIC, nas quais confessou ter realizado filmes com menores em poses eróticas.
 

 

Com a aplicação da sanção máxima prevista pela OM, decidida pelo Conselho Disciplinar Sul ontem, o médico fica impossibilitado de exercer medicina, tanto no sector público, como privado.
 

 

Pedro Nunes, presidente do Conselho Regional Sul da Ordem dos Médicos, explicou à Lusa que os processos disciplinares abertos aos restantes médicos envolvidos no caso da Casa Pia vão continuar a ser analisados, tendo a Inspecção-Geral da Saúde (IGS) fornecido já à OM os resultados de uma investigação sobre os clínicos, realizada a pedido do Ministério da Saúde.
 

 

Além do pediatra, que se encontrava já suspenso pela OM, foram instaurados processos disciplinares ao médico João Ferreira Diniz, actualmente em prisão preventiva, a Rui Dias, coordenador dos serviços de saúde da Casa Pia, a José Camisão, do laboratório de análises do Hospital Júlio de Matos e ao clínico geral Joaquim Martins, que confessou actos pedófilos com crianças que atendia no Centro de Saúde de São João, em Marvila.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.