Ordem dos Médicos aprova terceira pessoa nas consultas

Ajudante presente quando o médico o solicitar

29 setembro 2005
  |  Partilhar:

 

 

A Ordem dos Médicos (OM) aprovou terça-feira, 27 de Setembro, uma recomendação em que aconselha a presença de um ajudante no espaço de consulta, sempre que o médico o requeira. O objectivo é melhorar a qualidade do acto médico e prevenir práticas e acusações de assédio sexual.
 

 

A recomendação 01/05 dá conta de situações em que - "por razões organizacionais, de contenção de custos ou de menor compreensão da qualidade técnica exigível na prática de actos médicos" - "não é possível dispor dos recursos humanos adequados", lê-se no documento. Aponta-se para "a sobrecarga dos médicos com tarefas que não configuram actos médicos e que uma melhor gestão alocaria a outros profissionais".
 

 

A OM acrescenta que sempre que o doente o entenda, poderá fazer-se acompanhar, devendo o médico aceder a tal vontade desde que tal não colida "com condições técnicas exigíveis". A OM diz ainda que "responsabilizará os médicos directores clínicos, coordenadores ou directores pela implementação desta recomendação".
 

 

Fonte: Público
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.