Operações às cataratas subiram 20% em dois anos

Dados apresentados pela Sociedade Portuguesa de Oftalmologia

11 maio 2008
  |  Partilhar:

Cerca de 82 mil portugueses foram operados às cataratas no ano passado, o que representa mais 10% do que em 2006 e mais 20% do que em 2005, segundo dados apresentados pela Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO).
 

 

Numa altura em que a imprensa tem divulgado casos de portugueses que se deslocam ao estrangeiro, nomeadamente a Cuba, para cirurgias às cataratas, a SPO promoveu uma conferência de imprensa, em Lisboa, onde sublinhou que tem sido feito um "esforço" neste domínio em Portugal.
 

 

Segundo dados oficiais, foram operados em Portugal em 2007 cerca de 82 mil doentes com cataratas, um acréscimo relativamente aos anos anteriores. "Sabendo que num país como a Bélgica, com o mesmo número de habitantes e com o mesmo número provável de cataratas, foram operadas 74 mil pessoas em 2007, fica-se com uma ideia do esforço efectuado no nosso país", exemplificou Jorge Breda, presidente da SPO.
 

 

O especialista acentuou, também, o facto de 98% das cirurgias serem efectuadas com a técnica "mais moderna" que existe.
 

 

Para "desfazer equívocos", o mesmo responsável lembrou que ter cataratas não é sinónimo de estar cego e pode permitir durante muito tempo ter uma "razoável acuidade visual". E garantiu: "Qualquer doente que seja invisual por causa de uma catarata será operado em menos de uma semana nos hospitais portugueses".
 

 

Para a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, as assimetrias da distribuição de oftalmologistas pelo território português é uma das causas dos problemas dos tempos de espera para consultas e cirurgias.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.