ONU negoceia Convenção contra discriminação de deficientes

Acordo aprovado em Setembro

29 agosto 2006
  |  Partilhar:

 

A ONU começou uma nova ronda de negociações para uma convenção internacional que acabe com a discriminação das pessoas deficientes, com a esperança de que o documento possa ser aprovado na próxima Assembleia-Geral.
 

 

A comissão especial para a redacção do tratado reunir-se-á na sede da ONU, em Nova Iorque, com a participação de delegações de 192 países das Nações Unidas e organizações não-governamentais. "Só 45 países têm uma legislação sobre os deficientes. Em resultado disso, essas pessoas têm menos possibilidades do que as outras de frequentar a escola, conseguir um emprego ou a oportunidade de realizarem os seus sonhos ou potencial", disse Thomas Schindlmayr, do Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais da ONU.
 

 

As delegações esperam que a Convenção seja aprovada na próxima Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Setembro. Se tal acontecer, este será o primeiro tratado sobre direitos humanos aprovado no séc. XXI, salientou Thomas Schindlmayr.
 

 

Segundo as estatísticas da ONU, há cerca de 650 milhões de deficientes em todo o Mundo, o que representa cerca de 10% da população mundial.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.