ONU admite que as alterações climáticas são inevitáveis
24 setembro 2001
  |  Partilhar:

Mesmo que se reduzisem imediatamente as emissões dos gases que contribuem para o efeito de estufa, as alterações climáticas seriam inevitáveis, afirmam peritos das Nações Unidas num relatório a publicar a 1 de Outubro.
 

 

Os especialistas do Grupo Intergovernamental para a Evolução do Clima, criado em 1988 pela ONU, sublinham no entanto que quanto mais cedo começarem essas reduções, mais atenuadas serão as consequências das alterações climáticas, como as inundações, secas, tempestades ou a submersão de pequenos Estados insulares.
 

 

O relatório refere especificamente o dióxido de carbono, emitido sobretudo pelas chaminés das fábricas e pelos escapes dos automóveis, como principal responsável pelo aquecimento global.
 

 

Os seus autores prevêem que no ano 2100 a temperatura média deverá ter aumentado entre 1,4 e 5,8 graus Celsius e o nível do mar já deverá ter subido entre 9 e 88 centímetros em relação a 1990.
 

 

Em Portugal, as emissões de dióxido de carbono e dos outros gases que provocam o efeito de estufa deverão crescer, até 2010, 66 e 52 por cento, respectivamente, segundo afirma Filipe Duarte Santos, licenciado em Ciências Geofísicas pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL).
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.