OMS alerta para mortalidade nos jovens

Estudo publicado na “Lancet”

14 setembro 2009
  |  Partilhar:

Acidentes de viação, suicídio e doenças durante a gravidez estão entre as principais causas de morte nos jovens dos 10 aos 24 anos, alerta um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) publicado na revista “Lancet”.

 

A taxa de mortalidade nesta faixa etária é também aumentada devido a factores como a violência, o VIH/Sida e as complicações decorrentes da tuberculose.

 

A OMS alerta para o facto de a “maior parte das causas de morte entre os jovens ser evitável e poder ser tratada". Como medidas de prevenção, aquela organização defende limitações na velocidade máxima permitida em zonas urbanas e a imposição de limites especiais na taxa de álcool no sangue para os condutores jovens.

 

No campo da sexualidade, a OMS defende educação sexual, inclusive informação sobre doenças sexualmente transmissíveis, acesso à contracepção e à interrupção voluntária da gravidez, aos cuidados pré-natais e obstétricos e aos testes do VIH. A organização apela também para que os pais se envolvam com os jovens de modo a evitarem a violência e o suicídio.

 

O estudo revela ainda que, a cada ano, morrem no mundo 2,6 milhões de jovens, 97% dos quais em países pobres.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.