«Olho electrónico» ajuda cegos a atravessar a rua

Japoneses dão mais um contributo à ciência

06 dezembro 2004
  |  Partilhar:

Investigadores de uma universidade japonesa inventaram um aparelho munido de uma pequena câmara que pode ajudar os cegos a atravessar as ruas ao reconhecer as faixas das passagens de peões e as luzes dos semáforos.Este «olho electrónico», que está a ser aperfeiçoado pelo Instituto de Tecnologia de Quioto, poderá um dia ser adaptado a um uso mais vasto para ajudar cegos ou deficientes visuais a caminharem nas cidades sem terem de usar bengalas ou recorrer a cães, disseram fontes próximas da investigação.Já testado num laboratório, o aparelho consegue identificar passadeiras para peões, estimar a largura de ruas e decifrar as cores dos sinais dos semáforos. Funciona «quase em tempo real. Responde em três ou quatro segundos», disse Mohammad Shorif Uddin, um dos investigadores ligados ao projecto.Embora o protótipo não esteja ainda pronto, Uddin afirmou que será suficientemente pequeno para poder ser montado num par de óculos e estará ligado a um minicomputador capaz de dizer várias instruções. O «olho electrónico» é o último de uma série engenhos de alta tecnologia destinados a ajudar os cegos e os que têm a visão diminuída. As canas e outros utensílios de ajuda equipados com laser ou sonar podem já alertar os invisuais para a aproximação de obstáculos. Outros, como o GPS (Global Positioning Systems), podem dizer as ruas, restaurantes, parques e outros locais de interesse por onde o utilizador esteja a passar. O invento vem descrito na edição deste mês da revista Measurement Science ans Technology, publicado pelo Instituto da Física britânico.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.