Óleo de arroz melhora dermatite e psoríase

Estudo da Universidade de São Paulo

29 agosto 2011
  |  Partilhar:

Um composto formado por nanopartículas fabricadas à base de óleo de arroz promove hidratação e melhora a oleosidade da pele de pessoas diagnosticadas com dermatite atópica ou psoríase, aponta um estudo da Universidade de São Paulo (USP), Brasil.

 

A substância, segundo o comunicado de imprensa da USP, contém água, óleo e tensoactivo (produto que possibilita a mistura de água e óleo) e tem a superfície de contacto com a pele aumentada devido às minúsculas partículas que a formam. “Actua como  antioxidante e adjuvante no tratamento da pele ressequida de quem tem uma ou outra doença, pois ajuda na formação de uma protecção maior à camada mais externa da pele, além de evitar processos inflamatórios e reduzir a utilização de corticosteróides (hormonas sintéticas que inibem a inflamação)”, explica a mesma nota.

 

No estudo, liderado pela farmacêutica Daniela Spuri Bernardim, foram realizados testes com 26 voluntários em que o óleo de arroz foi aplicado no antebraço (sem lesões): 17 pessoas com pele normal, 4 com psoríase e 5 com dermatite atópica. A preparação da pele do antebraço para receber o produto ocorreu pela lavagem da região com água e sabão com duas hora de antecedência à aplicação, e 15 minutos de aclimatação à sala onde o produto seria aplicado.

 

Os resultados, refere a nota de imprensa, demonstraram uma alta hidratação e um aumento positivo da oleosidade da pele nos dois grupos com problemas. “Isto implica uma melhora na função de barreira da pele e não uma cura, mas a possibilidade de um tratamento complementar ao usual que pode actuar também como preventivo, uma vez que a pele menos ressequida causa menor possibilidade de formação de placas ou de feridas”, explicou a líder da investigação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.