Oitenta e seis por cento das chamadas para o 112 são falsas

Estudo realizado à linha telefónica de socorro

04 dezembro 2002
  |  Partilhar:

Oitenta e seis por cento das chamadas que o Serviço de Emergência 112 recebe em Portugal são falsas, revelou ontem o presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil (SNPC), na apresentação de um estudo à linha telefónica de socorro.
 

 

De acordo com Artur Gomes, o número de chamadas falsas verificado em Portugal não é muito diferente do registado noutros países europeus, pelo que desde há algum tempo um grupo europeu está incumbido de estudar mecanismos de dissuasão.
 

 

As chamadas falsas são a principal queixa do SNPC, que gere o 112. Contudo, este fenómeno não será analisado no estudo que hoje começa à linha de emergência.
 

 

A análise ao 112 vai ser realizada pelo SNPC e pela associação de defesa de consumidor DECO, com o apoio da Comissão Europeia, e destina-se a aferir a eficiência da linha de socorro para urgências de doenças, acidentes e outras situações de emergência.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.