Oitenta e quatro casos de ictiose em Portugal

Associação Portuguesa de Portadores de Ictiose apela a doação de cremes

26 abril 2011
  |  Partilhar:

A Aspori – Associação Portuguesa de Portadores de Ictiose anunciou ter já identificado 84 portadores desta doença em Portugal, na sua maioria “no Centro do país”.

 

Segundo revelou a associação, citada pela agência Lusa, registarem-se bastantes casos no distrito de Santarém, concentrando-se a maioria dos 84 portadores já contabilizados no Centro.

 

A ictiose, um dos distúrbios cutâneos hereditários mais comuns, caracterizada por pele seca e escamosa, é considerada uma doença dermatológica congénita causada por uma anomalia no processo de regeneração da pele, pelos e unhas.

 

No intuito de ajudar os doentes, a Aspori lançou uma campanha de recolha de cremes a todo o país que tem início a partir do dia 30 que se estende até 22 de Junho em várias farmácias de Norte a Sul, onde as pessoas poderão doar cremes. A Aspori conseguiu já o apoio de alguns laboratórios e médicos especialistas, que doaram cremes que reverterão a favor dos doentes com dificuldades financeiras.

 

Os cremes que os doentes usam várias vezes por dia são essenciais essenciais para melhorar a qualidade de vida dos portadores desta doença. Barral, Nívea, Eucerin, Avenno, A-Derma, Isso-Urea e Lipikar são algumas das marcas de cremes que podem ser doados. A Aspori está também a tentar agendar reuniões com os partidos políticos com assento parlamentar, no sentido de “sensibilizar o Estado para a necessidade dos tratamentos e produtos serem comparticipados, como já acontece em países como Brasil e França”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.