Obesidade parece proteger as mulheres do glaucoma

Estudo publicado nos “Archives of Ophthalmology”

12 maio 2011
  |  Partilhar:

A obesidade pode estar associada a uma maior pressão ocular e a um risco menor de glaucoma de ângulo aberto nas mulheres, mas não nos homens, sugere um estudo publicado nos “Archives of Ophthalmology”.

 

Wishdal D. Ramdas, do Centro Médico Erasmus, em Roterdão, na Holanda, examinou dados recolhidos junto de 3.939 participantes, todos com mais de 55 anos e sem glaucoma. Nos dez anos seguintes, 108 dos participantes (2,7%) desenvolveram a doença. Quase todos eram pacientes mais velhos, com miopia e do sexo masculino.

 

Entre as mulheres, houve uma associação significativa entre o aumento do índice de massa corporal e a pressão intra-ocular. No entanto, cada aumento de uma unidade no índice de massa corporal estava associado a um risco 7% menor de desenvolver glaucoma de ângulo aberto. Essas associações não estavam presentes nos homens.

 

O excesso de tecido adiposo pode colocar uma maior pressão sobre as órbitas dos olhos, aumentando assim a pressão dentro do olho, observam os autores. Esta maior pressão intra-ocular nas pessoas obesas deveria resultar num risco aumentado de glaucoma. No entanto, este efeito não foi observado no caso das mulheres. Segundo os autores do estudo, uma explicação possível reside no facto de os altos níveis de estrogénio associados à obesidade funcionarem como protecção contra o glaucoma.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.