Obesidade infantil: amamentação não diminui risco

Estudo publicado em “The Journal of the American Medical Association”

15 março 2013
  |  Partilhar:

A amamentação não parece reduzir o risco da criança se tornar obesa ou com excesso de peso, sugere um estudo publicado em “The Journal of the American Medical Association”.
 

De forma a chegarem a esta conclusão, os investigadores da University of Bristol, no Reino Unido, contaram com a participação de 14.000 crianças cujas mães foram divididas em dois grupos distintos: Um grupo em que as mães foram envolvidas num grupo de promoção da amamentação e um outro que não teve qualquer acompanhamento. Esta intervenção da promoção da amamentação teve por base a Iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés (Organização Mundial de Saúde/Fundo das Nações Unidas para a Infância).
 

Ao longo dos cerca de 11,5 anos do período de acompanhamento, os investigadores, liderados por Richard Martin, avaliaram o índice de massa corporal, a percentagem de gordura, os índices de massa gorda, os níveis do fator de crescimento semelhante à insulina tipo 1 (IGF-1) em circulação, excesso de peso e obesidade.
 

O estudo apurou que as mães que participaram no grupo de intervenção aumentaram substancialmente a duração e exclusividade da amamentação. Contudo, foi verificado que o facto de as crianças terem sido amamentadas durante um maior período de tempo não teve influência nos resultados dos parâmetros avaliados.
 

O aumento da duração e da exclusividade da amamentação não impediu que as crianças aos 11,5 anos tivessem excesso de peso ou obesidade. Foi igualmente constado que os níveis de IGF-1, que está envolvido no controlo do crescimento, não foram também afetados.
 

Apesar de não se terem verificado quaisquer benefícios relativamente ao peso corporal, os autores do estudo chamam a atenção para ao facto de as crianças amamentadas terem apresentado menos episódios de infeções gastrointestinais e eczema atópicos durante a infância e um melhor desenvolvimento cognitivo por volta dos 6,5 anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.