Obesidade aumenta risco de pedra nos rins

Perigo é maior nas mulheres

02 fevereiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

 

 

A obesidade aumenta, consideravelmente, o risco de uma pessoa sofrer de cálculo renal, principalmente em mulheres, segundo um estudo publicado na revista da Associação Médica dos EUA.
 

 

Segundo Erick Taylor, médico do Hospital de Mulheres Brigham, de Boston, Massachusetts, e autor do estudo, é possível que o tecido adiposo reduza a capacidade natural do corpo de reagir perante a insulina. «Isto poderia causar mudanças na urina, que desembocam no desenvolvimento dos cálculos», que são depósitos de sal, comummente denominados como «pedra nos rins», e cuja acumulação acaba por obstruir os canais renais, explicou Taylor.
 

 

Segundo o investigador, uma vez descoberta a relação entre o peso excessivo e o cálculo renal, o próximo passo será determinar se a perda de peso reduz o perigo de promover o problema. Os dados do estudo revelaram que os homens que engordaram à volta de 17 quilos aumentaram o risco de sofrer de pedra nos rins em 40 por cento, em relação aos restantes que tinham mantido o peso. Ao invés, as mulheres que aumentaram de peso, na mesma medida, aumentaram o risco de cálculo renal em 70 por cento.
 

O estudo, no entanto, não explica as razões das diferenças entre os homens e as mulheres.
 

 

Traduzido por:
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.