Obesidade aumenta em rapazes chineses

Governo e cientistas preocupados

13 outubro 2006
  |  Partilhar:

 

Quase um quarto dos rapazes entre os sete e os 18 anos, residentes em centros urbanos, sofre de Obesidade, contra 0,2% em 1985, revelam dados do ministério da Educação da China.
 

Os dados do ministério da Educação, baseados num inquérito a 400 mil estudantes de todo o país revelam que a Obesidade em rapazes urbanos é 100 vezes mais comum na actualidade que em 1985.
 

 

Os indicadores de saúde das crianças chinesas têm vindo a piorar a um ritmo "alarmante", para Mao Zhenming, professor da Mao Zhenming, da Beijing Normal University, a culpa da obesidade infantil e juvenil é das inovações tecnológicas resultantes da modernização da sociedade chinesa. "O aumento do uso de veículos motorizados e de modernos electrodomésticos tem como consequência uma redução na actividade física dos jovens", disse Mao.
 

 

Apesar de tal não ter sido referido durante o fórum, diversos observadores têm no passado relacionado o aumento de peso entre os jovens com a "política do filho único", aplicada a partir de 1977 para controlar o crescimento da população chinesa, que criou uma geração de rapazes sem irmãos, mimados e super-protegidos e sobre-alimentados, os chamados "pequenos imperadores chineses".
 

 

Fonte: Diário de Notícias e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.