Obesidade associada ao cancro do ovário

Estudo do Fundo Mundial de Investigação do Cancro

13 março 2014
  |  Partilhar:

As mulheres obesas ou com excesso de peso são mais propensas a desenvolver cancro do ovário comparativamente com aquelas que mantêm um peso saudável, defende um estudo do Fundo Mundial de Investigação do Cancro.
 

Estudos anteriores já tinham associado a obesidade ou o excesso de peso ao desenvolvimento do cancro do útero, da mama ou do cólon. Agora o cancro do ovário pode ser adicionado a esta lista, o que significa que as mulheres podem fazer modificações no seu estilo de vida de modo a reduzir o risco desta doença.
 

De forma a chegarem a estas conclusões, os investigadores fizeram uma revisão de 25 estudos que envolveram cerca de 4 milhões de mulheres, destas 16.000 tinham cancro do ovário.
 

O estudo apurou que por cada cinco pontos adicionais no índice de massa corporal (IMC), havia um aumento de cerca de 6% no risco de desenvolvimento do cancro do ovário. Foi ainda verificado que as mulheres com um IMC maior que 28.4 kg/m2 apresentavam um risco significativamente maior de desenvolver cancro do ovário, do que as mulheres com um IMC mais baixo.
 

“Anteriormente apenas tínhamos conhecimento dos fatores de risco fixos, como a idade e os antecedentes familiares, mas agora podemos afirmar que manter um peso saudável pode ajudar a reduzir o risco de cancro”, revelou, em comunicado de imprensa, a líder do estudo, Rachel Thompson.
 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os adultos com 20 anos ou mais de idade têm um peso considerado normal se o seu IMC estiver entre 18,5 a 24,9 kg/m2, excesso de peso se estiver entre 25-29,9 kg/m2 e obeso se este for 30 kg/m2 ou superior.
 

De forma a manter um peso saudável, os autores do estudo aconselham a ingestão alimentos com baixo teor calórico, evitar o consumo de fast-food e bebidas açucaradas. Ser fisicamente ativo é também importante para a manutenção de um peso saudável. Na verdade, a dieta e a prática de exercício físico têm sido associadas a uma redução do risco de cancro.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.