O Sol como lixeira para detritos nucleares
20 agosto 2001
  |  Partilhar:

O Sol pode ser transformado numa lixeira para os detritos nucleares acumulados na Terra e que representam uma grave ameaça ambiental, segundo um projecto do astronauta norte-americano David Scott apresentado em Erice (Sicília, Itália).
 

 

"É possível enviar para o Sol os detritos radioactivos acumulados ao longo dos últimos sessenta anos através dos vaivéns espaciais que existem actualmente", afirma Scott em declarações publicadas hoje pelo jornal "La Reppublica".
 

 

O astronauta, que em 1971 foi o responsável pela missão "Apolo 15", explicou que o seu projecto não terá consequências negativas para a atmosfera ou para o Sol, já que "será como lançar uma palha num forno".
 

 

"O Sol, que já é radioactivo, iria recarregar-se com o mesmo elemento e ganharia nova vitalidade", acrescentou Scott, que expôs a sua teoria perante uma centena de cientistas de 31 países, que debatem em Erice os desafios planetários no início do novo milénio.
 

 

Segundo o astronauta, não existem problemas técnicos que impeçam a concretização do projecto, sendo apenas necessária "a vontade política dos grandes da Terra, das multinacionais que dispõem dos recursos e a sensibilização da opinião pública".
 

 

Scott, de 69 anos, reconheceu que o "único" aspecto negativo da iniciativa são os "enormes custos" que pressupõe.
 

 

"Cada viagem pode custar cerca de 100 milhões de dólares (21,9 milhões de contos) e são necessárias dezenas de missões para acabar com os detritos radioactivos", admitiu.
 

 

Mas o astronauta não se assusta perante estes valores que, "comparados com o benefício que pode resultar para a humanidade, permitem um balanço positivo" e recordou que o problema dos detritos radioactivos é hoje "um rastilho prestes a detonar".
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.