O projecto nasceu: cientistas criam um atlas do cérebro

Será desta que os mistérios são desvendados???...

11 agosto 2003
  |  Partilhar:

 

O cérebro sempre foi, é e será uma das grandes curiosidades dos cientistas. Há investigadores que afirmam mesmo que estudar o cérebro é fascinante.
 

 

E que o digam cientistas e médicos, de seis países, que um dia resolveram juntar-se para elaborar um atlas computadorizado do cérebro.
 

 

A ideia nasceu há 10 anos e com este atlas, os envolvidos no projecto têm a ambição de explicar alguns mistérios associados à estrutura e funcionamento do cérebro, como o do sistema motor e da fala.
 

 

Para Arthur Toga, professor de neurologia da Universidade da Califórnia, nos EUA, o atlas deverá ser “utilizado para comparar variações nas características das doenças entre vários indivíduos. Vai dar aos clínicos uma maior confiança nos diagnósticos. A doença de Alzheimer é degenerativa, e afecta progressivamente o cérebro. Queremos saber como o cérebro se encontra antes de se manifestar a doença".
 

Segundo noticia hoje o jornal PÚBLICO, os investigadores estão a criar uma base de dados o mais diversificada possível e já passaram a mensagem aos médicos neurologistas de todo o mundo para enviarem imagens. Já têm cerca de 7000 radiografias.
 

A investigação vai ser feita com base numa amostra de indivíduos entre os 20 e os 40 anos. Entre eles estão os dois pólos: uns saudáveis e outros que sofrem diferentes desordens: alguns cérebros afectados pela doença de Alzheimer, com autismo, esquizofrenia e alcoolismo fetal.
 

À medida que a investigação prossegue, pretende-se enriquecer a base de dados, ao mesmo tempo que se tenta estabelecer aquilo que se aproxima da chamada "média" cerebral.
 

Fonte: Público
 

 

Adriana José Oliveira
 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.