O preço dos medicamentos para a SIDA deve baixar nos países pobres

Avisou Kofi Annan, secretário Geral da ONU

21 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

O Secretário Geral das Nações Unidas (ONU) afirmou na passada terça-feira a necessidade de baixar os custos dos medicamentos utilizados nos doentes com SIDA de forma a que estes se tornem mais disponíveis para os países pobres.
 

 

O Secretário Geral mostrou que as pessoas estão a morrer desnecessariamente nos países subdesenvolvidos por não terem acesso a estes medicamentos. Afirmou ainda que há um desfasamento na disponibilidade dos fármacos entre países ricos e pobres.
 

 

Kofi Annan realçou a importância de encontrar soluções para estes problemas e propôs algumas estratégias económicas que poderiam resultar.
 

 

Enquanto que o tratamento em países desenvolvidos está a aumentar a esperança de vida das pessoas infectadas, deve tentar-se melhorar as condições nos países mais pobres, onde 95% dos 36.1 milhões de pessoas infectadas com o HIV (o vírus da SIDA) vive, disse o Secretário Geral, num relatório elaborado para a Assembleia Geral da ONU.
 

 

Em África, a SIDA é a causa número um de morte, e é a região mais afectada com 70% dos adultos e 80% das crianças infectados mundialmente.
 

 

 

Fonte: Reuters Health
 

Adaptado por Helder Pereira
 

MNI - Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.