O papel dos linfócitos T no combate às infecções

Estudo da Universidade do Minho publicado na “Science”

07 setembro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho e do Instituto do Cancro holandês, publicado na revista “Science”, mostra “que o sistema imunitário é extremamente eficaz na sua capacidade de recrutar as células que reconhecem um determinado vírus ou bactéria durante as fases iniciais de uma infecção".

 

Fonte da Universidade do Minho (UMinho) disse à agência Lusa que "a descoberta baseou-se no desenvolvimento de uma nova tecnologia que funciona como um ‘teste de paternidade’ para estas células do sistema imunitário, os linfócitos T", "um tipo de células do sistema imunitário essenciais na defesa contra infecções".

 

Os investigadores assinalam que "num indivíduo que ainda não tenha sido exposto a um determinado vírus ou bactéria, o número de linfócitos T capazes de reconhecer especificamente esse vírus é muitíssimo baixo".

 

Calcula-se que "apenas um em cada 100 mil linfócitos T seja capaz de reconhecer um determinado vírus antes da expansão, em resposta à infecção".

 

"Depois da infecção, essas poucas células são activadas e dividem-se várias vezes para gerarem milhares, ou mesmo milhões, de linfócitos T capazes de combater a infecção", explicou a mesma fonte.

 

Para os autores do trabalho, "estes processos de selecção e expansão clonal dos linfócitos T são essenciais para o estabelecimento de uma resposta imunitária eficaz". Em conclusão, os investigadores sugerem que "os estudos que procuram uma resposta eficaz por vacinação se centrem na capacidade de expansão dos linfócitos T específicos para o microrganismo em questão".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.