«O desafio da água no século XXI, entre o conflito e a cooperação»

Escassez de água poderá atingir 2/3 da população em 2024

12 março 2004
  |  Partilhar:

O professor universitário Viriato Soromenho-Marques estima, no livro «O desafio da água no século XXI, entre o conflito e a cooperação», que em 2024 metade a dois terços da população mundial habite áreas com escassez de água.Na obra, lançada quinta-feira em Lisboa, o «problema» da água é analisado sob o duplo prisma do risco e da oportunidade. O especialista reconhece que a pressão humana sobre a água - através do aumento dos consumos, desperdícios e poluição - tem conduzido a uma crescente escassez nos recursos disponíveis, motivando situações de grande carência.Actualmente, 40 por cento da população mundial vive com menos de dois mil metros cúbicos per capita anuais e, segundo o autor, «estima-se que em 2024 metade a dois terços da população do globo habite em áreas com níveis diversificados de stress hídrico».Para Soromenho-Marques, a escassez de água reveste-se «cada vez mais» de delicados problemas estratégicos e de segurança, e só uma «imaginação política e institucional verdadeiramente produtiva e operativa» poderá conduzir a uma sociedade sustentável, que restabeleça um novo equilíbrio entre a Humanidade e a Terra.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.