O choro do nascimento do universo
26 junho 2004
  |  Partilhar:

Astrónomos norte-americanos recriaram os sons do início do Universo, demonstrando que este não nasceu em resultado de uma explosão, mas na sequência de um tranquilo sussurro, que se transformou num longo rugido. Segundo a BBC, a investigação foi liderada por Mark Whittle, da Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos. Numa análise da chamada radiação de fundo, que nasceu 400 mil anos depois do Big Bang, os astrónomos norte-americanos descobriram que a música do cosmos sofreu alterações no primeiro milhão de anos, passando de um acorde vibrantes, para um som mais sombrio. Afirmando-se «surpreso» por nunca ninguém se ter lembrado de «ouvir» o Universo, Mark Whittle recordou que, embora estas ondas de som cósmico sejam 55 oitavas abaixo do que o ouvido humano pode ouvir, basta transferi-las para regiões do espectro audível para que «o choro do nascimento do universo» possa ser ouvido. «Ao ouvir estes sons, posso dizer que o Universo é como um instrumento musical de má qualidade», concluiu. Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.