O caso do condutor com 6 gr de álcool no sangue

Juiz remete inquérito para o Ministério Público

07 junho 2004
  |  Partilhar:

Um juiz do Tribunal de Montemor-o-Velho remeteu na segunda-feira ao Ministério Público, para inquérito, o processo de um condutor detido com mais de seis gramas de álcool por litro no sangue, disse à Agência Lusa uma fonte judicial.Segundo uma fonte da Brigada de Trânsito (BT) de Lisboa, que deteve o condutor há uma semana na estrada nacional 111, concelho de Montemor, aquela taxa de alcoolémia será a mais elevada registada em Portugal.O automobilista aguardou em liberdade o desenvolvimento judicial do caso, cuja sentença em pequena instância estava marcada para as 14:00 de segunda-feira, no Tribunal de Montemor. No entanto, no despacho divulgado ao início da tarde, o juiz determinou que o processo «baixe ao Ministério Público, para inquérito».O condutor em causa, trabalhador da construção civil e residente em Coimbra, foi detido na EN 111, entre esta cidade e a Figueira da Foz, ao volante de uma viatura ligeira, na sequência de uma acção de fiscalização de trânsito de uma patrulha da BT.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.