Nozes podem evitar diabetes

Porção semanal de frutos secos ajudam a ter uma vida saudável

06 dezembro 2002
  |  Partilhar:

Esta é uma boa notícia para quem gosta de comer amêndoas ou nozes de vez em quando. Segundo um estudo de Harvard, uma boa colherada de creme de amendoim pode apresentar um risco menor de desenvolver diabetes tipo 2.
 

 

No estudo, as voluntárias que comiam cerca de 150 gramas de nozes por semana apresentaram um risco 27 por cento menor em desenvolver a doença do que o grupo que nunca ou raramente consumia o alimento O grupo que ingeriu entre 30 e 120 gramas por semana teve uma diminuição de 16 por cento, mesmo quando apresentava outros factores de risco para a diabetes.
 

 

No entanto, segundo artigo publicado na última edição do Journal of the American Medical Association, são necessários estudos adicionais para confirmar os resultados.
 

 

Esta investigação, contudo, sugere que as gorduras insaturadas encontradas nessa fruta seca poderiam aumentar a capacidade do corpo utilizar insulina e regular o nível de açúcar no sangue. Estudos anteriores demonstraram que a ingestão desse tipo de alimento poderia corresponder a um menor risco de doença cardíaca, também afectado pela insulina e pelo controlo do açúcar no sangue.
 

 

O acréscimo de calorias à dieta pode corresponder a quilos a mais, o que faz crescer o risco de diabetes tipo 2 e doenças cardíacas, observaram os autores. «Para evitar o aumento do consumo calórico, o uso regular de nozes pode ser recomendado como substituto para produtos de grãos refinados ou carne vermelha e processada», concluiu a equipa de Rui Jiang, da Harvard School of Public Health, em Boston.
 

 

O estudo incluiu quase 84 mil enfermeiras norte-americanas que preencheram vários questionários sobre a sua dieta alimentar, durante 16 anos. No início do estudo, a faixa etária das voluntárias variava entre 34 e 59 anos e nenhuma tinha no seu historial médico diabetes, doenças cardíacas ou cancro.
 

 

Pelos resultados, as enfermeiras que consumiram porções de 30 gramas de nozes e creme de amendoim mostraram-se menos propensas a desenvolver diabetes do tipo 2.
 

 

O impacto sobre o risco caiu à medida em que diminuíram as dose do fruto seco. As voluntárias que incluíram 30 a 120 gramas de nozes na dieta semanal reduziram o risco de diabetes em 16 por cento e quem comeu menos de 30 gramas de nozes por semana teve um risco 8 por cento menor para a doença.
 

 

A diabetes tipo 2, forma mais comum da doença, é geralmente associada à obesidade. Embora, antigamente, estivesse exclusivamente relacionada aos indivíduos mais velhos, a doença passou a atingir mais adultos e crianças. Esta doença aumenta o risco de cegueira, amputação de membros, insuficiência renal, danos no sistema nervoso e doenças cardíacas.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.