Novos medicamentos biológicos mais eficazes no tratamento de inflamações do intestino

Resumo do Congresso Nacional de Gastrenterologia

16 junho 2007
  |  Partilhar:

 

Uma nova geração de fármacos biológicos, a comercializar dentro de três anos, será mais eficaz que os produtos químicos actuais no combate às infecções intestinais, segundo declarações de um especialista espanhol que participou no Congresso Nacional de Gastrenterologia, realizado esta semana em Vilamoura.
 

 

Os novos produtos farmacêuticos baseiam-se em organismos vivos e no essencial "são células cultivadas em laboratório", explicou Julián Panés, do departamento de Gastrenterologia do Hospital Clínico de Barcelona.
 

 

Actualmente, a doença de Crohn e a Colite Ulcerosa - que fazem parte deste tipo de patologias - atingem mais de um milhão de pessoas. No sul da Europa, as Infecções Intestinais afectam 2,5 pessoas em cada mil, com a Colite Ulcerosa a atingir 1,5 pessoas por mil e a doença de Crohn uma pessoa por mil.
 

 

A nova geração de medicamentos induzirá anticorpos no intestino afectado que impedirão o crescimento das infecções e será eficaz em 70 a 80% dos casos, sublinhou o especialista. "Apesar da taxa de êxito ser a mesma dos actuais fármacos, que também se cifra nos 70 a 80%, a vantagem é que poderemos experimentar as novas soluções nos doentes que não se conseguem tratar com os químicos actuais", salientou, garantindo que as novas terapêuticas "ajudarão a salvar intestinos".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.