Novos estudos demonstram os porquês da extinção das espécies
30 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

Uma alteração climática, e não um asteróide, teria sido a causa da grande extinção de espécies animais e vegetais há 250 milhões de anos, de acordo com pesquisas internacionais publicadas nos Estados Unidos.
 

 

Depois de vários anos de estudo, equipas de paleontólogos concluíram que o desaparecimento de 90 por cento das espécies marinhas e de 75 por cento da flora e fauna terrestres foi aparentemente o resultado de um aquecimento da atmosfera devido ao efeito de estufa criado por erupções vulcânicas.
 

 

Esse aquecimento teria tido lugar entre o fim da era paleozóica e o início da era mesozóica, há cerca de 250 milhões de anos. A teoria geralmente admitida até agora para explicar a maior catástrofe da história da vida sobre a Terra atribuía este facto à queda de um grande meteorito ou à colisão com um grande cometa, que teria provocado uma alteração abrupta e profunda no clima do planeta.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.