Novos casos de infeção por VIH diminuíram em Portugal

Dados do Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA

24 novembro 2015
  |  Partilhar:
Os novos casos de infeção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) em Portugal diminuíram 17,3% relativamente a 2013, continuando a crescer as infeções em homens que têm sexo com outros homens, de acordo com o relatório sobre a doença.
 
O relatório “Infeção por VIH, SIDA e Tuberculose em números – 2015” da responsabilidade do Programa Nacional para a Infeção VIH/SIDA indica que, em 2014, se registaram 1.220 novos casos de infeção por VIH, dos quais 222 já em situação de sida.
 
O diretor do programa, António Diniz, referiu o progresso alcançado, embora tenha reconhecido que Portugal está ainda “longe da média europeia”.
 
De acordo com o relatório ao qual a agência Lusa teve acesso, em 2014 Portugal “acentuou a tendência de decréscimo do número de novos casos notificados de infeção por VIH”. 
 
“Os dados referentes a 2014, recolhidos até 31 de agosto de 2015, revelam uma diminuição de 17.3%, relativamente a 2013”, refere o documento.
 
Relativamente ao género, manteve-se “a tendência de ligeiro decréscimo da proporção de casos ocorridos no género feminino”.
 
Os autores admitem que “esta evolução esteja a ser influenciada pela proporção progressivamente crescente de casos notificados em homens que têm sexo com outros homens (HSH)”.
 
Sobre este indicador, António Diniz sublinhou que, nos últimos 11 anos, o número de HSH infetados “quase que aumentou em metade”.
 
Por outro lado, o especialista enalteceu o “decréscimo notável de novos casos de infeção nos utilizadores de drogas injetáveis”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.