Novos avanços no estudo sobre a listeria

Investigação publicada na revista “Science” conta com equipa portuguesa

16 março 2011
  |  Partilhar:

A forma como a bactéria listeria age sobre a regulação do sistema imunológico foi descrita num artigo publicado na revista “Science”, num estudo que contou com a participação de uma equipa de investigadores do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), do Porto.

 

De acordo com uma nota enviada à imprensa pelo IBMC, a equipa portuguesa “tornou-se colaboradora nesta publicação por ter desenvolvido uma técnica de extracção de RNA da bactéria a partir de órgãos infectados”. O líder da equipa, Didier Cabanes, que identificou várias proteínas envolvidas na virulência da listeria, afirma que, “apesar de a técnica já ter sido publicada, o método não é de fácil aplicação”, pelo que a equipa francesa solicitou o apoio português. Segundo explica a mesma nota enviada à imprensa: “a extracção de RNA bacteriano a partir de órgãos foi fundamental para suportar os achados da equipa do Institut Pasteur, já que era necessário provar que o novo factor bacteriano identificado é fortemente expresso dentro do organismo, intervindo no processo de infecção”.

 

No estudo ficou comprovado que “esta bactéria produz reguladores que actuam directamente em genes, os quais controlam a expressão de moléculas da defesa imunológica, estabelecendo a ligação directa que até agora se desconhecia”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.