Novo tratamento reduz mortalidade devido a insuficiência cardíaca crónica

Estudo publicado na “The Lancet”

05 setembro 2010
  |  Partilhar:

Um novo fármaco reduz em 26% o risco de mortalidade e hospitalização devido a insuficiência cardíaca crónica, revela um estudo publicado na revista “The Lancet”.

 

O estudo intitulado SHIFT (ʺSystolic Heart Failure Treatment with If inhibitor ivabradine Trialʺ) envolveu a participação de mais de 6.500 doentes em 37 países e 667 centros de investigação.

 

O coordenador do estudo SHIFT em Portugal, Luís Providência, explicou à agência Lusa que ʺno estudo verificou-se que a mortalidade cardiovascular e o internamento devido ao agravamento da insuficiência cardíaca diminuía em 18%, um valor estatístico altamente significativo. Isso é extremamente importante porque quer dizer que doentes que são tratados de uma forma óptima na sua insuficiência cardíaca e que têm situações extremamente graves beneficiam com a administração deste medicamento (Ivabradina) para lá da terapêutica que fazem habitualmenteʺ.

 

O também director do serviço de cardiologia dos Hospitais Universitários de Coimbra (HUC) revelou ainda que ʺacresce que esta diminuição de 18% se deveu essencialmente à diminuição da mortalidade por insuficiência cardíaca e hospitalização por insuficiência cardíaca que diminuiu 26% em qualquer destes dadosʺ.

 

De acordo com o cardiologista, ʺtemos uma arma nova para melhorar o prognóstico destes doentes, que são doentes graves, com mortalidade elevada e com muitos internamentos hospitalares. E podemos beneficiar a evolução da sua doença com a administração desse fármaco.ʺ

 

A insuficiência cardíaca crónica é uma doença que afecta 15 milhões de pessoas na Europa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 2
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.