Novo tratamento do raro Síndroma de Zollinger-Ellison

Esta doença é caracterizada pela existência de tumores que produzem a hormona estimuladora da produção de ácido no estômago, designada gastrina, e consequente aparecimento de úlceras em diversas regiões do tubo digestivo. Saiba mais... está ao seu alca

24 agosto 2000
  |  Partilhar:

Um medicamento que simula os efeitos de uma hormona do nosso organismo- a somatostatina-, produz uma redução marcada do tamanho e número de tumores em doentes com o raro Síndroma de Zollinger Ellison.
 

 

O Síndroma de Zollinger-Ellison é caracterizado pela existência de focos tumorais de produção da hormona estimuladora da produção de ácido no estômago, designada gastrina, e consequente aparecimento de úlceras em diversas regiões do tubo digestivo.
 

 

A libertação de gastrina é inibida por outra hormona designada somatostatina, a qual é produzida em diversas regiões do corpo e no hipotálamo.
 

 

Um grupo de investigadores da Universidade de Bolonha, Itália, verificaram que 3 doentes tratados com fármacos que simulam a acção da somatostatina, ou análogos da somatostatina, viram os seus tumores reduzidos em tamanho ao fim de 6 meses e, ao fim de um ano, tinham desaparecido.
 

 

Nenhum dos doentes se queixou de efeitos laterais, embora um deles tenha visto as suas pedras na vesícula aumentar de número e tamanho.
 

 

Os investigadores estão agora a continuar o seu trabalho para averiguar se o tratamento pode ser reduzido ou suspenso nos doentes tratados.
 

 

Este trabalho foi publicado no The New England Journal of Medicine (2000; 343: 551-554) e difundido pela agência Reuters.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.