Novo teste permite diagnóstico da tuberculose em menos de duas horas

Organização Mundial da Saúde aprova-o ao fim de 18 meses avaliação

13 dezembro 2010
  |  Partilhar:


A Organização Mundial da Saúde aprovou um novo teste rápido para a tuberculose que permitirá um diagnóstico preciso e rápido, revela uma notícia avançada pela agência Lusa.

 

O teste poderá revolucionar o tratamento e controlo da tuberculose (TB) dado que consegue fornecer um diagnóstico em cerca de 100 minutos, em comparação com os testes actuais que podem levar até três meses para ter resultados.

 

"Este novo teste constitui um marco importante para o diagnóstico e tratamento da tuberculose. Além disso, representa uma nova esperança para os milhões de pessoas que estão em maior risco de tuberculose e de desenvolver doença multi-resistente”, revelou o director do departamento Stop TB, da OMS, Mário Raviglione, em comunicado de imprensa, citado pela agência Lusa.

 

A aprovação pela Organização Mundial da Saúde deste teste rápido segue-se a 18 meses de avaliação rigorosa da sua eficácia no diagnóstico precoce da tuberculose, bem como da tuberculose multirresistente (MDR-TB) e da tuberculose associada à infecção por VIH, as mais difíceis de diagnosticar.

 

De acordo com os dados disponíveis, até ao momento a aplicação deste teste poderá aumentar em três vezes o diagnóstico de pacientes com tuberculose resistente a medicamentos e duplicar o número de casos diagnosticados de tuberculose associada ao VIH em áreas com altos índices de tuberculose e de VIH.

 

Muitos países ainda dependem de um método diagnóstico que foi desenvolvido há um século atrás, mas este novo teste incorpora a tecnologia de ADN moderna, que pode ser utilizada fora dos laboratórios convencionais, além de ser totalmente automatizado e, portanto, fácil e seguro de usar.

 

Embora tenha havido grandes melhorias no atendimento e controlo da tuberculose, esta doença matou um número estimado de 1,7 milhões de pessoas em 2009 e 9,4 milhões desenvolveram tuberculose activa no ano passado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.