Novo teste permite despistagem rápida de Tuberculose Multirresistente

Programa da OMS vai aplicar teste em 16 países

28 julho 2008
  |  Partilhar:

Um novo teste de despistagem de Tuberculose Multirresistente (TM) permite diagnosticar a doença em apenas dois dias, em vez de dois a três meses como acontece actualmente, explicou o director do serviço de luta contra a Tuberculose na Organização Mundial de Saúde (OMS), Mario Raviglione.
 

 

Com um financiamento de 26,1 milhões de dólares (16,5 milhões de euros) da Unitaid (Central Internacional de Compra de Medicamentos para a Sida, Malária e Tuberculose), a OMS vai lançar um programa que permitirá despistar 15% dos casos de TM daqui a quatro anos.
 

 

O programa visa 16 países particularmente atingidos pela forma multirresistente, na sua maioria em África e na ex-URSS, com as primeiras despistagens a decorrer nos próximos três meses no Lesoto.
 

 

Este novo teste vai custar cerca de 15 dólares (9,5 euros) por doente, incluindo o conjunto dos gastos de laboratório, correspondendo a metade do preço dos testes actuais.
 

 

Perto de nove milhões de pessoas contraem por ano tuberculose em todo o mundo, das quais 1,5 milhões acabam por morrer.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.