Novo teste diagnostica tuberculose em menos de duas horas

Estudo publicado no “New England Journal of Medicine”

07 setembro 2010
  |  Partilhar:

Um novo teste molecular para detectar tuberculose consegue diagnosticar a doença e as formas resistentes aos fármacos de maneira mais fácil e rápida que outros exames actualmente disponíveis, aponta um estudo publicado no “New England Journal of Medicine”.

 

No estudo, os investigadores assinalam que quando aplicaram o novo teste, denominado Xpert MTB/RIF, em 1.730 pacientes com suspeita de tuberculose, dos quais 205 apresentavam a forma resistente à rifampina - um dos medicamentos mais eficazes no tratamento da doença - conseguiram identificar 98% destes casos.

 

Um dos pontos interessantes deste novo teste reside no facto de os resultados poderem ser conhecidos em menos de duas horas, acelerando, deste modo, o início da medicação mais apropriada à doença.

 

Os médicos consideram que os actuais testes de diagnóstico para a tuberculose,  que podem demorar várias semanas, têm sido pouco melhorados nos últimos 125 anos. Por outro lado, os testes às formas resistentes de tuberculose podem demorar vários meses e são pouco sensíveis, tornando urgente o desenvolvimento de novas ferramentas de diagnóstico mais precisas e rápidas.

 

Segundo a empresa responsável pelo seu desenvolvimento, a Cepheid, a máquina e o computador para analisar os exames custam cerca de 13.600 euros.

 

A tuberculose é uma das dez principais causas de morte em todo o mundo, tendo provocado, em 2008, cerca de 1,8 milhões de vítimas, o equivalente a uma morte em cada 20 segundos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.