Novo teste de detecção de DSTs em Portugal

Empresa apresenta novidade

06 março 2008
  |  Partilhar:

Um novo teste de detecção do HPV, considerado mais eficaz que o método comum, foi apresentado recentemente por uma empresa portuguesa.
 

 

"Comparativamente à citologia [o método comum de rastreio], o teste permite menos falsos [resultados] negativos, é mais eficaz a identificar mulheres em risco de desenvolver cancro", disse à agência Lusa Margarida Vieira, directora científica do Genelab.
 

 

O novo teste -assente numa análise de DNA viral -, além de detectar a presença do papilomavírus humano (HPV), responsável pelo cancro do colo do útero, permite identificar o tipo de vírus - existem cerca de 40 - "com maior sensibilidade e mais cedo" do que a citologia.
 

 

O rastreio do HPV inclui-se num painel de testes que permite ainda identificar sete doenças sexualmente transmissíveis (DST),
 

como o herpes genital, gonorreia, tricomoníase ou clamídia, entre outras, através de uma amostra colhida em meio líquido, idêntica à utilizada no rastreio citológico do cancro do colo do útero.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.