Novo teste à urina deteta cancros da próstata

Descoberta publicada na revista “Future Science”

03 dezembro 2019
  |  Partilhar:
Investigadores da Universidade de East Anglia, no RU, desenvolveram um teste à urina capaz de detetar o cancro da próstata e se este é agressivo ou de baixo risco.
 
O cancro da próstata é o cancro mais comum nos homens do RU. Desenvolve-se lentamente e a maioria não necessita de tratamento durante o resto da vida do doente. Contudo, é difícil prever quais se irão tornar agressivos, tornando difícil a escolha de tratamento.
 
Os testes ao cancro da próstata atuais incluem análises ao sangue, exame retal, ressonância magnética e biópsia.
 
Os investigadores desenvolveram um teste que, através da primeira urina da manhã recolhida em casa que fornece concentrados níveis de biomarcadores da próstata, deteta a agressividade do cancro e se será necessário tratamento no período dos 5 anos subsequentes. 
 
Os investigadores forneceram o kit de recolha de urina em casa a 14 homens e as respetivas instruções e depois compararam o resultado obtido das amostras de urina com o obtido através de exames retais.
 
Jeremy Clark, investigador principal, explica: “Descobrimos que as amostras de urina recolhidas em casa mostraram biomarcadores do cancro da próstata muito mais claros que o exame retal. E os participantes mostraram preferir os testes em casa”.
 
Este novo teste permite monitorizar a progressão da doença, o que faz com que os homens só se desloquem aos cuidados de saúde se o teste for positivo, aliviando a carga psicológica dos exames invasivos e reduzindo a afluência aos cuidados de saúde.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar