Novo regime remuneratório dos médicos nas urgências hospitalares

Especialistas recebem de acordo com o número de doentes que assistirem

28 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

O Ministério da Saúde vai avançar, no início de 2006, com um novo regime remuneratório dos médicos nas urgências hospitalares. De acordo com a imprensa nacional, os profissionais deixarão de ser pagos em função das horas extraordinárias que fizerem e passarão a receber de acordo com o número de doentes que assistirem.
 

 

A intenção do ministro da Saúde, Correia de Campos, é que os médicos tenham uma base fixa de ordenado e uma variável paga por capitação, ou seja, segundo o número de urgências que façam, acabando com as horas extraordinárias quando não há doentes para ver. Recorde-se que a intenção de extinguir este modelo e criar um novo sistema baseado no regime remuneratório experimental dos centros de saúde era já conhecida desde a aprovação do Programa de Estabilidade e Crescimento de 2005 a 2009 e constou do Relatório do Orçamento do Estado para 2006.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.