Novo Otoscópio desenvolvido em Portugal

Projecto da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

20 abril 2009
  |  Partilhar:

Investigadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) desenvolveram um termómetro digital, com a dimensão de um telemóvel, que, através da cor, serve para diagnosticar otites. O dispositivo deverá chegar ao mercado dentro de um ano.

 

Denominado “Otoscópio óptico-electrónico”, o novo dispositivo promete revolucionar o exercício dos profissionais de saúde – nomeadamente pediatras e médicos de clínica geral – dado que as patologias relacionadas com o ouvido médio são difíceis de diagnosticar, em especial em bebés.

 

Tal como um termómetro digital, este novo otoscópio dispõe de um visor em que é indicada a temperatura. "Como a eficácia deste dispositivo não está dependente da subjectividade do utilizador, torna-o mais rigoroso do que os que existem actualmente", adiantou ao “Jornal de Notícias” João Manuel Tavares, professor de engenharia mecânica e gestão industrial e um dos membros da equipa de investigadores.

 

"É fácil de manusear, a informação é fácil de ler e não será dispendioso", assegura o especialista que aponta um preço não superior a 50 euros para uso doméstico e inferior a mil euros para uso profissional.

 

A comercialização do dispositivo, cuja autoria cabe também aos professores da FEUP Jorge Reis e Joaquim Magalhães Mendes, e à pediatra Georgeta Oliveira, está neste momento em avaliação pela Tomorrow Options, empresa que está a ser incubada no Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores do Porto.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.