Novo método poderá produzir vacinas a partir de células de insectos

Trabalho publicado no “Journal of the American Medical Association”

17 abril 2007
  |  Partilhar:

Um grupo de cientistas descobriu uma forma de produzir vacinas contra a Gripe a partir de células retiradas de insectos, refere um trabalho publicado no “Journal of the American Medical Association”. Os investigadores de um laboratório de biotecnologia - "Protein Sciences Corporation" - em Meriden, Connecticut, EUA, modificaram geneticamente um vírus que infecta as células da lagarta para produzir hemaglutina, (uma proteína existente no revestimento do vírus da Gripe que induz o aparecimento de anticorpos.) Como o método é muito menos incómodo do que a manipulação de ovos de galinha, e a vacina é assim fácil de produzir, a companhia pretende usar 135 microgramas da hemaglutina em cada dose, na esperança de alcançar uma maior protecção. Para estudar os resultados, uma equipa conduzida pelo especialista em Infecciologia, John Treanor, da University of Rochester Medical Center em Nova Iorque, recrutou 460 adultos saudáveis em três centros médicos. Os investigadores descobriram que os 135 microgramas de vacina activaram os anticorpos e produziram apenas ligeiros efeitos secundários. Os resultados preliminares indicaram que a vacina evitou a doença: nenhum dos pacientes vacinados desenvolveu Gripe no Inverno seguinte, ao contrário de duas pessoas no grupo que recebeu uma dose mais pequena e sete no grupo do placebo. Um estudo de eficácia alargado a quatro mil pessoas está já planeado para o final deste ano. Fonte: Público e Imprensa Internacional MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.