Novo marcador de inflamação ligado a riscos cardíacos

Biomarcadores ajudam a prevenir risco de doença

30 janeiro 2004
  |  Partilhar:

Os médicos poderão calcular os riscos de morte ou de ataque cardíaco de um paciente pela medição dos níveis de uma proteína factor de crescimento no sangue, sugere um estudo feito por investigadores alemães.O estudo acrescenta a proteína a uma lista crescente de biomarcadores de inflamação que podem ajudar a prever o risco de doença cardíaca e podem ser detectados numa simples análise ao sangue.Foi demonstrado que este recém reconhecido marcador, chamado proteína factor de crescimento placentário (PlGF), contribui para a inflamação das artérias. Investigações feitas com animais mostraram que ao bloquear os seus efeitos se suprime o crescimento de placas de gordura nas artérias.As últimas descobertas, divulgadas pelo Journal of the American Medical Association, sugerem que a despistagem do PlGF poderá ser mais eficaz na previsão dos riscos dos pacientes do que a medição de outros marcadores de inflamação, nomeadamente a proteína C- reactiva (CRP).Isso acontece porque o PlGF parece ser libertado em primeiro lugar por células do interior dos vasos sanguíneos, enquanto que os níveis de CRP podem subir em resposta a inflamações ou infecções noutras partes do corpo.A descoberta da ligação da proteína à doença cardíaca pode também abrir caminho a novos tratamentos que protejam o coração através do bloqueio dos efeitos da proteína, afirmou Heeschen.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.