Novo contracetivo masculino pode estar para breve

Estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Science”

05 dezembro 2013
  |  Partilhar:

Um novo contracetivo masculino pode estar para breve após investigadores australianos terem identificado uma nova forma de bloquear o transporte de espermatozoides durante a ejaculação, refere um estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Science”.
 

Os investigadores da Universidade de Monash, na Austrália, constataram que a infertilidade masculina poderia ser conseguida através do bloqueio de duas proteínas encontradas nas células do músculo liso e que despoletam o transporte dos espermatozoides.
 

Através da utilização de modelos de ratinhos, os investigadores observaram que, na ausência das duas proteínas, que medeiam o transporte dos espermatozoides, os animais deixavam de ser férteis. Na opinião dos líderes do estudo, Sab Ventura e Carl White, estes resultados poderão ser aplicados ao desenvolvimento de uma pilula contracetiva masculina.
 

As estratégias anteriores focaram-se em alvos hormonais ou em mecanismos que produzem espermatozoides disfuncionais, os quais interferem muitas vezes com a atividade sexual masculina e podem causar, a longo prazo, efeitos irreversíveis na fertilidade.
 

Contudo, neste estudo foi demonstrado que o bloqueio destas proteínas não afetava a longo prazo, a viabilidade dos espermatozoides, nem o comportamento sexual e saúde dos ratinhos. Os espermatozoides continuam presentes mas o músculo não recebe a mensagem química para os mover.
 

De acordo com Sab Venturahá já existe um fármaco que tem por alvo uma das proteínas, mas agora é necessário encontrar e desenvolver um outro fármaco para a segunda proteína.
 

“Agora o passo seguinte envolve o desenvolvimento de um fármaco contracetivo, eficaz, seguro e reversível”, acrescentou o investigador. Um processo que segundo os autores do estudo pode demorar cerca de 10 anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.