Novo conceito de receita médica pode proibir prescrição de medicina alternativa
26 julho 2001
  |  Partilhar:

A aprovação de um novo conceito de receita médica pelo Conselho de Ministros pode vir a limitar aos médicos inscritos na Ordem a prescrição de medicamentos utilizados pelas medicinas não convencionais.
 

 

O alerta foi ontem deixado à Lusa pelo presidente da Associação Portuguesa de Acupunctura e Disciplinas Associadas, Pedro Choy, que chamou ainda a atenção para a necessidade de se rever a legislação vigente que define o que é um medicamento.
 

 

O novo conceito de receita médica aprovado ontem pelo Conselho de Ministros torna inequívoco que a emissão de uma receita abrange a prescrição de um determinado medicamento ou terapêutica, estando o seu acto limitado aos médicos e dentistas inscritos nas respectivas ordens profissionais.
 

 

Uma definição que, na óptica de Pedro Choy é "demasiado abrangente" pois "engloba claramente tudo o que é homeopatia e naturopatia, que a partir de agora passa a estar sujeita a receitas passadas por médicos inscritos na Ordem", o que não acontece com os profissionais naturopatas e homeopatas que exercem em Portugal.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.