Novo antiepiléptico da Bial licenciado a empresa norte-americana

Estudos mostram eficácia e segurança

21 maio 2008
  |  Partilhar:

A Bial assinou este mês um contrato de licenciamento exclusivo com a empresa farmacêutica norte-americana Sepracor para o desenvolvimento e comercialização, nos EUA e no Canadá, do antiepiléptico BIA 2-093 desenvolvido pelo grupo.
 

 

De acordo com o comunicado de imprensa do laboratório, o acetato de eslicarbazepina - BIA 2-093 - demonstrou ser eficaz e seguro em ensaios clínicos com adultos epilépticos. Participaram nas triagens clínicas mais de mil epilépticos de 22 países que testaram este composto em três ensaios na Fase III.
 

 

A administração em dose única diária e o baixo potencial de interacções medicamentosas são vantagens em relação a outros fármacos usualmente utilizados na terapêutica da Epilepsia.
 

 

A Sepracor fica responsável pela submissão e registo do antiepiléptico junto da Food and Drug Administraton (FDA) - a entidade norte-americana que regula a comercialização de fármacos e alimentos -, que está previsto para o final de 2008 ou início de 2009, estimando-se o lançamento do fármaco no mercado americano e canadiano até o início de 2010.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar